Exercício

exercicio-614

Exercício

  • MelhoraStresse, tensão e depressão
  • ToxinasSão liberadas
  • 30 a 40 minutos por diaIdeal
  • O melhor exercícioCaminhar

Seu corpo é uma máquina maravilhosa. Ao colocar seu corpo para trabalhar há um aumento de sua força física e resistência às doenças. Exercícios podem realmente melhorar suas perspectivas na vida!

Exercícios ajudam:

• Controle do peso – a taxa metabólica é aumentada pelo exercício e assim mais calorias são queimadas!
• Aumentam a capacidade pulmonar e recarrega o suprimento de oxigênio.
• Melhoram a pressão arterial, a circulação e fortalece seu coração.
• Diminui o colesterol e melhora o fluxo do sangue nas artérias – e pode até mesmo ajudar na reversão da arteriosclerose!
• Alivia o estresse, a tensão e a depressão.
• Melhora o sono natural – sem os efeitos colaterais dos medicamentos.
• Promove a habilidade do corpo para se livrar de toxinas.
• Melhora o metabolismo – ajuda a prevenir e tratar a diabetes.
• Fortalece os ossos e combate a osteoporose.
• Aumenta a força física dos músculos – quando não usados regularmente os músculos podem atrofiar, enfraquecer e ficar flácidos.
• Melhora a postura e diminui problemas nas costas.
• Previne o câncer.

 

Que tipo de atividade física é a melhor?

Caminhar é o exercício ideal. Outras atividades boas incluem a natação, andar de bicicleta, jardinagem, etc. Um dos benefícios especiais dos exercícios ao ar livre é que você pode combinar pelo menos três dos princípios de saúde: luz solar, ar fresco e exercício.

Um programa diário de pelo menos trinta a quarenta minutos é o melhor para um máximo benefício. É muito importante que você desfrute o que faz e faça regularmente.

Precauções quanto aos exercícios físicos:

– Comece devagar e aumente progressivamente.
– É melhor exercitar-se antes de uma refeição do que logo após.
– Use um tempo para aquecimento e para desaquecimento.

Interrompa os exercícios físicos e procure uma avaliação médica em caso de:

• Dor no peito, dentes, mandíbula, pescoço e braços.
• Dificuldade em respirar.
• Sensação de tonteira.
• Batimentos cardíacos irregulares persistindo durante o exercício e no momento de relaxamento.
• Desconforto ou inchação nas articulações.
• Fadiga excessiva.
• Perda de peso inexplicável.
• Náusea ou vômito repetidos após o exercício.

Um programa balanceado e planejado de exercícios é um dos mais sábios investimentos que você pode fazer. Escolha uma atividade física que você gosta, determine um tempo cada dia para ela e pratique-a!

Fonte: www.portalnatural.com.br